Acompanhe aqui todas as informações, videos e fotos da construção desta nova banda. www.louye.com.br

domingo, 25 de outubro de 2009

O show deve continuar

Essa última semana começaram os primeiros contatos para a montagem da banda. Depois do anuncio no site do formesuabanda.com.br, apareceram muitas pessoas que gostaram da música e estão com vontade de tocar o projeto.

Ainda é um pouco complicado me acostumar com a idéia de tocar com pessoas que vou conhecer agora, realmente, gostaria que fossem todos meus amigos, mas como diz a frase: "O show deve continuar" e nem tudo pode ser do jeito que queremos e quem sabe desse jeito a coisa pode engrenar de verdade. Que venham os novos!

Marcelo

Um comentário:

  1. Tempo

    Os ponteiros do relógio me obrigam a correr no sentido anti-horário para alcançar um passado que estava esquecido e voltou para inebriar meus sentimentos e vontades. Num universo complexo de horas, minutos, segundos e acontecimentos que preciso rever. Tenho que ser rápido e eficiente. O tempo não vai ficar parado na esquina para que eu possa alcançá-lo.

    Todo tempo pode até ser perdido, mas nunca reencontrado como numa ficção.
    Pode ser relembrado, revivido na memória, mas nunca recuperado.

    Os ponteiros do relógio, invenção do homem que não consegue controlar o tempo, avançam numa rotação que indica que estamos caminhando para o final dessa jornada. Cada milésimo de segundo representa um pouco da nossa vida que ficou pra trás, e não volta mais. Todas as vezes que tentamos voltar no tempo, os ponteiros do relógio nos derrubam, e nos empurram pra frente, mesmo quando não existe frente. Muitos vivem assim, deitados sobre os ponteiros do relógio, olhando para horas que já se passaram há muitas horas.

    Toda a vida material de um homem começa e termina nos ponteiros de um relógio.
    A criação mais sublime de Deus cabe dentro dos quase imperceptíveis movimentos dos ponteiros de um relógio, e por isso também é perfeita, pois o tempo pertence à Deus!

    Passado, presente e futuro nunca se encontrarão!

    O tempo pode até ser nosso aliado, mas sempre será o nosso carrasco!

    O tempo pode até fazer esquecermos algumas lembranças, mas nunca as tirará de nós.

    Os ponteiros do relógio do coração já não acompanham em nada as batidas ritmadas do tempo, embora vivamos sempre com a possibilidade da bateria acabar.

    O barulho do relógio nos obriga a correr no sentido horário, com força, coragem e determinação, para não sermos atropelados pelos ponteiros do tempo!

    Fabiano Leite
    www.projetomarvin.com.br

    ResponderExcluir